CONFISSÕES DE UM CASAL ALENTEJANO

Justina, no leito de morte, decidiu confessar ao seu António : -“Toino, sabias cô nosso filho más velho nã é tê filho ?

O Toino, muito tranquilo, responde-lhe : -Dêxa lá Justina, nã há nenhum problema …

Justina, muito intrigada com toda a calma do sê Toino, suplica-lhe : -Escuta lá, Toino,!!! Vê se intendes ! Tou a dizêr-te cô té filho nã é teu, Homem de Deus !!

E o Toino muito serenamente responde-lhe : -Pois, sim senhôra … eu entendi, Justina !

-Ai, Jisus !! Por que raios então tu não tás zangado e ficas tãn tranquilo ?

Finalmente, o Toino responde : -Olha lé, Justina, qu’atão te vou dezer que este filho nã é tambêm tê filho !

Justina indignada rebate : -Como nã é meu, homem de Deus ? Si carreguê o infeliz na minha barriga durante novi meses ?

-Justina, lembras-te qando tu tavas na maternidade e me pediste para trocar o menino, qui tava todo cagado ? Pois bem … eu troquê-o por um limpinho que estava ao lado …

JARA

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *