Verdades inconformáveis

Um dia, a rosa encontrou a couve-flor e disse:
– Que petulância chamarem-te Flor!
Vê a tua pele: áspera e rude, enquanto a minha é lisa e sedosa.
Vê o teu cheiro: desagradável e repulsivo, enquanto o meu perfume é sensual e envolvente…
Vê o teu corpo: grosseiro e feio, enquanto o meu é delicado e elegante.
Eu, sim, sou uma flor!
E a couve-flor respondeu:
– HELLOOOOOU, QUERIDAAAA!!! ACORDAAAAAAA!!!
De que adianta ser tão linda, se ninguém te come???

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *