Raciocínio rápido

Três soldados de diferentes países (um americano, um russo e um francês) foram capturados e presos em um campo de concentração. O sádico diretor do campo, disposto a divertir-se com esses pobres coitados, resolveu promover um teste:

Todos deveriam contar uma piada. Se a piada fosse boa e todos os prisioneiros, a LOIRA e o diretor rissem, a vida seria poupada, caso contrário, seria fuzilado.

O primeiro foi o americano:

Contou uma piada engraçadíssima e todos riram, menos a LOIRA.

O diretor, observando a neutralidade da LOIRA, ordenou:

– Matem esse americano sem graça! E lá se foi o pobre soldado.

O próximo foi o russo, que contou uma piada ainda mais engraçada.

Mais uma vez, todos riram, menos a LOIRA.

Perante o rosto sério da LOIRA, o diretor novamente mandou:

– Matem esse russo também, que ele não sabe contar piadas!

E por fim chegou a vez do francês. Assim que começou, a LOIRA caiu na risada. E passou a rir sem parar que chegava soluçar e por a mão na barriga…

O diretor, não entendendo nada, perguntou pra ela:

– Mas, mulher, o francês mal começou a contar a piada… Por quê você está rindo?

– É que a piada do americano foi muito boaaaa!

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *