Quer passar no teste de stress?

Há agora uma nova moda: fazer testes de stress aos bancos.

Não sabemos exactamente em que consistem estes testes. Presume-se que será qualquer coisa parecida com o facto de se criar um situação irritante para o banco. Ou seja, cria-se um cenário no qual o dinheiro começa a fugir descontroladamente a quem supostamente deveria guardá-lo e multiplicá-lo.

Parece que os bancos portugueses passaram nos testes de stress, o que indica que a nossa banca tem nervos de aço.

Dito de outro modo, tem “uns nervos à Júlia Pinheiro”, já que esta apresentadora anda estoicamente há anos a fazer programas de televisão, cujo rating encontra-se vários níveis abaixo do “lixo”, sem mostrar sinais de irritação ou fadiga.

Os portugueses começam agora a ser sujeitos a testes de stress: a redução do subsídio de natal e férias, o aumento do, mais do que esperado, co-pagamento da saúde, a cobrança das portagens e a descoberta de que o desvio orçamental, deixado pelo anterior executivo, afinal era “colossal”.

Quem não tem stress é o ex-primeiro ministro. Sócrates, mesmo não tendo acumulado qualquer poupança, decidiu ir estudar filosofia para Paris. Seguramente que não irá comer nas cantinas universitárias, nem tão-pouco ficar num quarto alugado no Quartier Latin.

Sócrates bem que poderia protagonizar uma campanha publicitária do tipo: quer passar no teste de stress? Pergunte-me como…

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *