Portagens na A22 (alguns esclarecimentos muito importantes…)

Infelizmente até ao final deste mês (Outubro) vamos mesmo começar a pagar na Via do Infante ( A22).

Partilho aqui alguns esclarecimentos que recebi de um amigo:

O tema que lhe trago interessa a todos nós que circulamos no Algarve e que na maioria já dispõe de dispositivo Via Verde adquirido à Brisa.

Se bem que a Concessionária da A22 (Via do Infante) não seja a Brisa, o identificador é apropriado. Até aqui tudo bem.

Na A28, foi criado um “desconto” para residentes, que consta irá ser posto em prática no Algarve.

Trata-se de beneficiar quem tem veículo registado na Conservatória do Registo Automóvel em CÓDIGO POSTAL mais perto do que 10 Km da AutoEstrada. Como é que isso é visto? Pelos três dígitos finais do CP, o País está todo tabelado.

Assim, se um veículo nosso, que circule sempre e todos os dias nas nossas mãos pela A22, estiver registado num proprietário em Lisboa, nada feito.

Benefício: primeiras 10 passagens do Mês gratuitas e restantes com 15% de desconto. Não é de deitar fora.

Trabalhinho de casa:

1) Registar-se no site da Via Verde, dando alguns dados pessoais;

2) Concluir o Registo de Utilizador, quando receber no seu Email um correio nesse sentido;

3) Imediatamente lhe dão a listagem dos veículos que estão sob o N.º de Contrato que tinha escrito antes;

4) No canto superior direito clica em “SCUT Disc. Positiva”, o que significa, SCUT Pedido de Discriminação Positiva;

5) Clica em “Novo Pedido”, pois à partida não tem nenhum pedido pendente;

6) Aparece um texto enorme e no fim um espaço para o tal Código Postal que conste no Documento Único Automóvel do veículo para o qual pretende o desconto – aqui “you’ve got what it takes, or not”…

Se não optarem por fazer no site da Via Verde, também podem dirigir-se à Loja do Cidadão em Faro, onde podem tratar pessoalmente no balcão da Via Verde.

Também podem adquirir só o identificador para as SCUT, mas acho que não compensa, nem sei onde se adquire…

Embora ainda se espere por publicação do Diploma Legal em Diário da República, consta nos Media que é mais uma das antecipações à TROIKA do actual Governo. Não custa ir tratando da nossa vidinha.

A propósito, veja como vai ser uma portagem cara, devemos ser todos ricos aqui no Algarve:

19/Fevereiro/2011 – Exame Expresso

Um trajeto de 300 quilómetros na Via Infante (A22), no Algarve, vai custar mais do dobro do que o mesmo percurso numa autoestrada da Andaluzia após a introdução de portagens, estimou hoje um investigador da Universidade do Algarve.

Fernando Perna falava no fórum “Portagens no Algarve – Impacto Económico e Social”, uma iniciativa da Plataforma de Luta Contra as Portagens na Via Infante que reuniu cerca de 150 participantes, entre autarcas, empresários, deputados e cidadãos.

Segundo um cenário apresentado pelo docente da área do Turismo, um percurso de 300 quilómetros na A22 – incluindo combustível e portagens -, custará €51,18, mais do dobro dos €23 de gasto estimado para o mesmo percurso na Andaluzia.

Ler mais:

http://aeiou.expresso.pt/portagens-mesmo-trajeto-na-a22-custara-mais-do-dobro-do-que-na-andaluzia=f633165#ixzz1ZpS2593z

Caso concorde, faça circular pelos seu amigos.

Um abraço.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *