O puto

No comboio Lisboa-Porto viajava uma bela mulher, com um bebé ao colo… e umas mamas do tamanho do Mundo!

No banco da frente vai sentado um sujeito que não tirava os olhos do decote da moça…

O bebé desata a chorar e a espernear, e para acalmá-lo, ela tira o peito para fora para alimentá-lo. Mas o danado do bebé continua na gritaria…

– Vá lá bebé, chupa, senão dou a maminha áquele senhor!

E nada do bebé mamar… E a cena repete-se:

– Vá lá filhotinho, chupa, senão dou a maminha àquele senhor!

E o puto não mamava, e o comboio aproximava-se do Porto, e as cenas repetiam-se…

Aí o fulano, já farto das cenas, grita-lhe:

– Oh minha senhora, veja lá se o puto se decide, porque eu já devia ter saído em Coimbra!…

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *