A Galinha Alentejana

Um camionista, no meio de uma longa viagem, pára num restaurante, cheio de vontade pra comer uma boa galinha alentejana.

Entre as opções da ementa, ele encontra todos os tipos de galinha, mas chama o empregado e ordena:

– Quero a boa e velha galinha alentejana ensopada! Mas antes eu quero ver a galinha!

O empregado vai à cozinha, pega numa galinha e traz até á mesa.

O motorista enfia o dedo no orificio de saida dos ovos da galinha, esfrega os dedos, cheira e diz, convicto:

– Negativo! Esta não é galinha alentejana. Esta é de pedralva no algarve! Quero comer galinha alentejana!

Então o empregado trás outra galinha e o motorista repete o procedimento e, mais uma vez, protesta:

– De maneira nenhuma! Esta não é uma galinha alentejana. Esta é da quinta Estrela Azul, em Bragança.

O empregado traz outra galinha, e mais uma vez o motorista cheira os dedos, pensa um bocado e diz:

– Ah, agora sim! Esta é a verdadeira galinha alentejana! Pode mandar fazer…

O empregado volta para a cozinha, para mandar preparar a galinha do freguês, quando um bêbado que estava esparramado na mesa ao lado, levanta-se, vai até à mesa do motorista, baixa as calças e implora:

– Meu amigo, eu esqueci-me onde moro, dá pra ver ai a minha morada?

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *