Vivendo e ( sempre ) aprendendo.

Um dia, no escritório de advocacia, um homem reparou que o colega, muito conservador, estava a usar um brinco.

– Não sabia que gostavas desse tipo de coisas – comentou.

– Não é nada de especial, é só um brinco – replicou o colega.

– Há quanto tempo é que usas?

– Desde que a minha mulher o encontrou, no meu carro, na semana passada e eu disse que era meu…

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *