Cá se fazem…

O marido puxou a cadeira para junto da máquina de costura na qual a mulher estava a coser e sentou-se.

– Não te parece que vais demasiado depressa? – disse

– Olha, olha que saltas fora da bainha! Repara nesse canto, agora! Cuidado! Mais devagar, olha que entalas os dedos!

– Mas o que é isso? Para o que te havia de dar! — exclamou a esposa assustada

– Há uma quantidade de anos que coso nesta máquina!

– Então filha, eu só te queria ajudar, como tu me ajudas quando vou a guiar o carro!…

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *