Que Bom!

A velhota, já com 90 anos, tinha muito poucos reflexos, de modo que quando o espelho lhe fugiu das mãos não o conseguiu agarrar.

Mal o espelho caiu ao chão e se partiu, o velhote diz-lhe:

– Caramba, mulher! Vais ter sete anos de azar!

– Ai que bom!

– Que bom? Que é que tu queres dizer com isso, que bom?

– Ora… Chegar aos 97 é uma dádiva!

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *