Confissão de traição

Um camionista estava no leito da morte e pergunta à mulher, com a voz moribunda:

– Mulher, sei que estou a morrer e mais nada me importa, mas só por curiosidade, alguma vez me traíste?

Ela pensou um instante, mas acabou por confessar:

– Sim, eu traí-te sim, mas apenas duas vezes e somente para te ajudar.

– Como foi a primeira?

– Lembras-te daquela vez que pediste um empréstimo ao banco para comprares um camião novo e eles não queriam emprestar levando-te ao desespero?

– E de repente emprestaram-me o dinheiro duma hora para outra?

– Sim!

– Tens razão, foi por uma boa causa, naquela época até pensei em me suicidar. E a outra vez?

– Lembras-te quando eras candidato a Presidente do Sindicato e faltavam 165 votos para venceres?

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *